por um mundo (que ainda possa existir) mais sustentável

moda é o curso mais open mind, eeeveeer! (pelo menos na UEL – Universidade Estadual de Londrina – mas acredito que em demais lugares também. indico sua pós-graduação para graduados em qualquer curso. é muito boa! mas, noutro post, falarei mais.)

quero dar uma pequena pincelada num assunto que, confesso, não me deixava tão atenta como sou agora; sustentabilidade na moda. não é só moda. é cotidiano, é vida.

num rápido exercício de ciclo do produto, pude perceber algumas coisas, passar a analisar alguns fatores e fazer algumas conclusões. e uma destas é de que é muito positivo procurarmos por produtos que sejam, primeiramente, adequados aos nossos filhos (e não adquiri-los somente por ser modinha e bonitinho neles. a criança tem toda uma estrutura e ergonomia para serem seriamente respeitados, tanto pelo conforto como pelo estímulo para seu correto desenvolvimento – sobre produtos que respeitam a ergonomia infantil, em próximos posts), e depois, que podemos fazer observações e valorizarmos as empresas com consciência social e sustentável.

exemplificando..

01A produto b01A tênis

c02A caixa d03A caixa

tênis 1: a) produto feito da índia; b) percebemos quantos materiais diferentes foram usados: borracha; couro; feltro; linha; aviamentos; aplicação de estampa; tinta; plástico; outros tecidos; … texturas, costuras, bordados c) caixa feita na china, com símbolo que indica “reciclável” d)proposta interessante da caixa, pois não leva cola. ela é toda montável e desmontável por dobraduras bem elaboradas

a01B produtob01B caixac02B caixa

tênis 2: a) produto feito no brasil; composto com borrachas, tecidos, aviamentos, costuras, cola, tinta b) caixa também feita no brasil, com o símbolo de “reciclável” e que sugere que você a devolva na loja para que possa ser reutilizada abrigando outro tênis c) caixa com dobraduras que também descarta o uso de cola

ou seja, vamos tentar passar a notar e valorizar produtos mais próximos, mais regionais. isso incentiva nossa própria mão-de-obra e também diminui a logística do produto.

quando olho um daqueles exemplos em cima, o que veio de (bem) mais longe, penso que talvez o filho de quem o confeccionou, possa nem ter produto parecido, pois sabemos bem da triste realidade das condições de trabalhos de muitos nesses países.

o exercício proposto é pensar em tudo tudo que envolve o desenvolvimento, neste caso, de calçados: o designer, o desenhista, moldista, costureiras; produtos na composição, como borracha, tecidos, corantes; publicidade; depois esse produto finalizado, como é entregue e chega até você. veio de navio? caminhão? e também como é feito o descarte deste.

são tantos fatores que envolvem nosso CONSUMO, que deveríamos ao menos começar a perceber e pensar um pouco sobre o assunto. let’s think about it?

abraços sustentáveis.. ;D