#nextstop

::day 2 Santo Domingo -> La Romana

::paraverouvindo<< Donavon Frankenreiter ~ free

no horário em que nossa camareira limpava nosso quarto ( aliás, mais de uma vez por dia), deixava um jornal com a programação e horários do dia seguinte..

Ana Flavia Barreto Caribe 01

 

vinha junto listas de atrações e passeios da ilha oferecidos pelo navio. custava sempre euros e mais euros e, como a gente foi com o dinheiro bem contado ( ô vida), não queríamos comprometê-lo tão logo..

Ana Flavia Barreto Caribe 02
meu personal hair stylist exclusivo a bordo. ((ele é muuuito amor ❤ )) ; )

daí que sentaram em nossa mesa para o café da manhã. para não sermos indelicados, permanecemos e.. cultura interfere, néam.. tinha uma galera lá que toooda manhã assoava o nariz à mesa. gente! e tinha até aqueles com lencinho de pano. parece que traziam já o paninho consigo para um ritual matinal – você pode receber seu café em seu quarto e tomar na varanda e evitar isso.. bastava marcar numa ficha suas opções que a camareira levaria.

nesse dia específico, fiz um clique mto rápido (tão rápido que nem dá para ver o que eu queria mostrar) na diferença das comilanças rs. nossos pratos com muitas frutas, mel, iogurte, cereais,.. e, deles, ovos, bacon, panquecas,.. ehhe hábitos

Ana Flavia Barreto Caribe 03

La Romana
La Romana

então descemos e nosso carro ( alugado) estava à nossa espera. só que não. a ideia era desbravar, né. mas imagine que legal sair por lá num assim?! colocaram-no para isso mesmo ( não me lembro se tinha o valor.)

Ana Flavia Barreto Caribe 05

e começaram nossas andanças.

nossa ideia era chegar a pé, de jegue, de bicicleta,.. de alguma forma sustentável haha (sem gastar) à praia.

e andamos.. Ana Flavia Barreto Caribe 06

andamos..

Ana Flavia Barreto Caribe 08
ao lado, tinha uma barbearia ao ar livre. não fotografei para não incomodá-los, mas foi tão pictórica aquela cena..

 

andamos..

Ana Flavia Barreto Caribe 07

 

..

Ana Flavia Barreto Caribe 09
simplesmente no quintal da casa – sem portões

 

e resolvemos retornar, pois não encontramos praia em nenhum caminho. e mesmo com o gps ligado.. acontece que a gente via mar nos gráficos, mas não maneira de chegar.

Ana Flavia Barreto Caribe 10
“pipa maneira”, diria o Theo

até que encontramos alguns ônibus e, por perto, algumas vans.. e um rapaz dizia ” dorr dolarez”, “dorr dolarez”.. e, bem apertadinhos, fomos hahahaha – aí o troco veio na moeda deles, mas que conseguimos usar na volta.

e eis que

taraaaannn

[ era pra entrar um video. buáá. tentarei depois. converti errado o arquivo :/ ]

é surreal ; )

Ana Flavia Barreto Caribe 11

Ana Flavia Barreto Caribe 13

daííí.. a gente foi pro fundo, fundo, fundo.. e nadando, mergulhando, flutuando.. aquela reação no paraíso. e fundo, fundo, fundo, ainda é tão raso e o boy pisou em algo que espetou seu pé. o drama do eduardo foi tããão engraçado haha mas sai correndo para procurar ajuda. fui me entender com o cara em francês hehe e descobri que era ouriço do mar e que em 20, 30 minutos, os espinhos se desintegrariam ( awesome.)

fomos para a areia e começamos a brincar de foto. esta aí kk é do dudu e foi a única que eu não ri demais

fazendo a cat com a folha da palmeira kkk
fazendo a cat com a folha da palmeira kkk

o pessoal que mora nessas casas..

Ana Flavia Barreto Caribe 15

tem esse quintal ❤ ………….

Ana Flavia Barreto Caribe 16

 

Ana Flavia Barreto Caribe 17

Ana Flavia Barreto Caribe 19
bahahibe ❤ Theo

Ana Flavia Barreto Caribe 12

 

[ continua.. ]

::beijos leves<<